quarta-feira, 4 de maio de 2011

Bigoo


Por mais radical que pareça, a forma mais fácil de reduzir suas emissões de carbono é minimizar o uso de automóveis. Ao invés de dirigir, tente andar de bicicleta, caminhar, pegar carona, usar transportes públicos etc.
No começo do ano letivo da UFAM, minha irmã ganhou uma revista universitária, "Offline", e um dia eu resolvi ler a tal revista e achei interessante esse site, o Bigoo.
Bigoo é um site para ajudar você a arrumar uma carona de uma maneira rápida, segura e econômica. Os usuários podem oferecer e pedir carona para seus amigos, assim, cria-se um sistema mais seguro. Por sua estrutura ser a de uma rede social, o Bigoo é intuitivo e fácil de entender e, assim que se cadastra, o usuário completa seu perfil com campos como "O que você ouve enquanto dirige" para evitar, por exemplo, ouvir Calipso a viagem toda e ainda ter de achar o motorista uma boa companhia.
Eu não sei se o Bigoo já tem usuários que morem aqui em Manaus, mas é ótima ideia. Então, pegue uma carona de vez em quando e ajuda o nosso planeta. :D



Nossa Geração e o Meio Ambiente


Nós fomos apelidados de "Abusada geração Y". Isso é bom ou ruim? Não é que seja ruim, nós recebemos muitas e todos os tipos de informações e por isso carregamos um fardo meio pesado. Mas vocês sabiam que nós somos a geração que mais se importa com o meio ambiente? Chegamos depois daquele povo que só quer saber de "Eu tenho mais que você, então eu sou o melhor!" ou "Petróleo, petróleo, petróleo...é meu, meu meu!"
Nós chegamos e o planeta já estava se deteriorando, é óbvio que nós não podemos mudar o passado, o que a gente pode fazer é ir mudando o que as gerações antigas fizeram com a nossa terra, começando com pequenos hábitos como, "jogar lixo no lixo" é sempre uma boa.
  • Comprar produtos que ajudam a preservação do meio ambiente e com embalagens biodegradáveis;
  • Economizar a água no banho, lavando a louça ...
  • Informar-se sobre o código florestal, o que os políticos estão fazendo em relação a preservação do meio ambiente...
  • Entre muitas outras coisas que você pode fazer para ajudar o nosso planeta.



EM PAUTA

TODOS JUNTOS NA MESMA TRAGÉDIA !






As maiores vítimas da degradação ambiental da baía da Guanabara são os pobres.Um terço da população da região vive em favelas e o outro terço em áreas com condições precárias de urbanização e saneamento.






ISTO TAMBÉM É IMPORTANTE




O Brasil já ratificou o Protocolo de Kioto,comprometendo-se a reduzir as emissões de gases que provocam o efeito estufa na média de 5,2%-tomando por base os níveis de 1990-entre os anos de 2008 e 2012.




Cabe destacar que o Brasil foi o primeiro país a assinar a Convenção Quadro das Nações Unidas para Mudança do Clima,em maio de 1992,durante a Cúpula da Terra (Rio92).

Você sabia !

O EIA - Estudo de Impacto Ambiental - propõe quatro pontos para o impacto ambiental.
São eles:

1 - Desenvolver uma compreensão daquilo que está sendo proposto, o que será feito e o tipo de material usado.

2 - Compreensão total do ambiente afetado. Que ambiente (biogeofísisco e/ou sócio-econômico) será modificado pela ação.

3 - Prever possíveis impactos no ambiente e quantificar as mudanças, projetando a proposta para o futuro.

4 - Divulgar os resultados do estudo para que possam ser utilizados no processo de tomada de decisão.

O EIA também deve atender à legislação expressa na lei de Política Nacional do Meio Ambiente.

São elas:

1 - Observar todas as alternativas tecnológicas e de localização do projeto, levando em conta a hipótese da não execução do projeto.

2 - Identificar e avaliar os impactos ambientais gerados nas fases de implantação e operação das atividades.

3 - Definir os limites da área geográfica a ser afetada pelos impactos ( área de influência do projeto), considerando principalmente a "bacia hidrográfica" na qual se localiza;

4 - Levar em conta planos e programas do governo, propostos ou em implantação na área de influência do projeto e se há a possibilidade de serem compatíveis.

É imprenscindível que o EIA seja feito por vários profissionais, de diferentes áreas, trabalhando em conjunto. Esta visão multidisciplinar é rica, para que o estudo seja feito de forma completa e de maneira competente, de modo a sanar todas as dúvidas e problemas.

terça-feira, 3 de maio de 2011

Ate que ponto as atividades portuárias podem ser perigosas para o meio ambiente?

A acelerada degradação dos recursos minerais compromete a qualidade de vida das atuais e futuras gerações.Um novo cenário surge no final do século XX e ínicio XXI: A preocupação em atenuar ou extinguir os impactos ambientais está sendo compartilhada por setores governamentais,sociedade civil, e também,pelo setor produtivo.Até por conta de uma grande pressão social para a participação desses setores na luta pelo meio ambiente sadio.

GLOBALIZAÇÃO E MEIO AMBIENTE

Problemas ambientais do século XXI,entramos no novo século retirando e consumindo cada vez mais recursos naturais para entender às necessidades das populações, como construir moradias,irriga plantações,fornecer matéria-prima para a indústria.
•A questão da água: Associado ao aumento da produção industrial e agrícula,o abastecimento de água é um problema que se coloca como risco imediato à vida na Terra.Alguns países já sofrem com a carência de água potável.
Atualmente,cerca de 60% da água disponível para consumo é utilizada na irrigação agrícula, o que aumenta a oferta de alimentos, mas diminui muito o volume de água disponível para suprir outras necessidades básica de populações cada vez mais numerosas.